segunda-feira, 12 de março de 2018

Actualizações

Domingo dia 4, como estava combinado com a médica, rumamos ao hospital para ver como estavam a evoluir as coisas. Andei a semana toda angustiada mas nesse domingo fui estranhamente calma para a consulta. Fomos atendidos em menos de nada e lá vimos o nosso saquinho já com um embrião lá dentro e já com melhor aspecto do que na eco anterior :)

Desta vez a consulta foi totalmente diferente e vi um entusiasmo nos médicos que não tinha visto até então. Claro que ainda tudo pode correr mal, a imagem ainda não era perfeita, ainda existem lá umas zonas escuras que não sabemos bem o que são mas a verdade é que respiramos um bocadinho de alívio. 

Ainda não fiz aquelas análises do primeiro trimestre, dia 20 temos nova consulta e se aí, com 8 semanas e 5 dias, estiver tudo bem vou então permitir-me acreditar que pode mesmo acontecer, vou fazer as análises e finalmente contar à minha família. 

Nunca na minha vida desejei nada com tanta força. Espero com todo o meu coração que esteja tudo bem e que este milagre venha mesmo a acontecer 💓

sexta-feira, 2 de março de 2018

Amor é 💓 2...

Acordar todos os dias com ele ao beijos ao meu pescoço a sussurrar que me ama. Tira sempre 10 minutinhos da sua manhã antes de sair para me dar estes mimos. Os minutos seguintes de sono são sempre os mais doces 💓

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Dores Medos e Cenas Várias!

Estes últimos dias têm sido um verdadeiro desassossego. Sábado de manhã tinha um evento social com direito a discurso do sr namorido e tudo e tudo, acordei cedinho, bem disposta tomei pequeno almoço preparei-me e lá fui eu toda contente para o dito evento. A meio da coisa começaram as dores, do lado esquerdo da barriga ora mais fortes ora mais fracas mas sempre ali a darem comigo em doida.

O evento terminou e, como o meu marido já se tinha apercebido que eu não estava muito bem, despachou toda a gente, recusou convites para almoços e cafés e veio ter comigo para virmos embora. Ainda paramos para comer alguma coisa porque, apesar de estar com dores, tinha bastante fome e se há sintoma que tenho nesta fase é uma má disposição e umas náuseas de fico muito tempo com fome.

As dores foram intensificando e algumas horas depois lá fomos nós às urgências ver o que se passava. Eu ia com plena certeza que se ia tratar de uma gravidez ectópica. 

Lá fomos vistos por mais 3 médicos (tem sido uma roda viva isto) e finalmente conseguimos ver o nosso saquinho que graças a Deus está no útero e não numa trompa qualquer. Até aqui tudo bem, boas notícias mas obviamente que não podia ser só isto...

Mais uma vez a médica disse que o meu endométrio é de facto muito estranho, que deveria estar a envolver muito bem o saquinho mas que isso não está a acontecer, há ali uns espaços vazios que ela não sabe bem o que são mas que podem muito bem ser sangue de um possível descolamento...

A dor do lado esquerdo deve, segundo ela, dever-se ao quisto que também não sabem bem o que é mas que suspeitam ser um endometrioma.

E pronto mais uma vez a alegria durou pouco...

O que segura a gravidez é o endométrio e o meu deve ser um bicho estranho pois todos os médicos que o viram até agora dizem o mesmo... "ah nunca vi um endométrio assim"

Ficam todos a olhar para o monitor com cara de caso e ninguém se quer comprometer com nada. Não dão nem para trás nem para a frente...

Mais uma voltinha e mais um beta hcg feito. O valor deu 5000 o que parece ser bom mas a médica disse que domingo me quer ver novamente... Até já tenho medo de la ir, venho sempre com uma coisa nova e tirando o meu saquinho nada do resto me parece coisa boa.

Ontem foi um dia do demo, muitas dores durante o dia e muito medo e ansiedade à mistura...

Até domingo vai ser assim e eu só queria trazer boas notícias no domingo para dar alguma paz a este coração que está em modo bomba relógio...

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Novela parte III

O fim de semana foi uma loucura, tinha amigos em casa, tinha um almoço de domingo com prova de vinhos e tinha acabado de descobrir que estava grávida mas não queria mesmo falar disto com ninguém numa fase tão precoce. 

Andei todo o dia com as moínhas na barriga, molhava os lábios no vinho e pouco mais e o meu marido lá ia trocando os copos sem ninguém perceber :) e tive a pior crise alérgica da minha vida e não podia tomar fosse o que fosse... Apesar de tudo isto foi um fim de semana muito feliz em que o sorriso parvinho não largou o nosso rosto.

Segunda feira de manha cedo já estava no hospital, dei entrada pelas urgências e quando a senhora me perguntou se estava grávida fiquei ali meio minuto sem saber bem o que lhe responder, foi o meu marido que respondeu com um sim sim está. Eu só pensava, estarei?

Nova recolha de sangue e nova espera para verificar se a gravidez estava a evoluir como esperado. O beta hcg nesta fase duplica de 2 em dois dias, eu tinha 150 na sexta era suposto ter mais de 300 na segunda.

O médico chamou tivemos mais uma vez uma breve conversa com ele sobre tudo o que se tinha passado, apesar de estar no processo eles perguntam sempre o que me parece bem, e ele atira:

O seu beta hora é de 500 portanto está a evoluir normalmente, percebo os seus receios mas, qualquer gravidez pode ser ectópica, qualquer gravidez pode parar de evoluir e cerca de 30% das mulheres sofre um aborto a sua não é diferente, é normal como as outras todas e na minha opinião é assim que deve ser encarada. 

Nestes dois dias eu devo ter perdido mesmo parte do raciocínio lógico porque ainda perguntei ao médico se me devia mesmo considerar grávida?! Ele avançou com um claro que sim a análise não engana.

Como naquela fase ainda nada se vê não repetimos a eco, só com valores de beta aproximadamente de 2000 é que é expectavél vêr-se alguma coisa portanto só para sexta feira mais ou menos.

Mandou marcar consulta na médica de família e passar lá na próxima semana para ver como vão as coisas.

E assim nesta loucura hoje completo 5 semanas de gravidez :)

Se não acreditava em milagres neste momento já acredito em tudo o que me disserem! Sou a pessoa mais abençoada do mundo e, mesmo que venha tudo a correr mal, estes momentos de felicidade já ninguém nos tira.

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Novela parte II

A viagem até ao hospital foi feita quase em silêncio em sorrisos parvos cada um com os seus pensamentos permanentemente de mãos dadas e arrepio na pele.

Chegámos ao hospital já deviam ser umas 23h, como ia com carta do hospital anterior fui logo chamada para triagem e encaminhada para o piso da obstetrícia. Devo ter esperado pouco mais de 10 minutos até ter sido chamada. Expliquei o sucedido anteriormente e falei de todo o nosso historial e do facto de ter uma FIV marcada para Junho. O médico era bastante caricato com uma postura de "olha-me esta a esta hora" mas engraçado. Dizia ah sabe que às vezes o que não pode acontecer acontece, a medicina está cheia de factos inexplicáveis ah e tal até mulheres que fazem laqueação às vezes engravidam e mais coisas deste género. Passado um bocado lá parou com aquilo e disse bem já que cá está vamos pedir a análise de beta hcg e vou examiná-la.

Fiz recolha de sangue e fui para aquela maravilhosa marquesa onde fui examinada e fiz a primeira eco. Entretanto chega nova médica, o médico relata a história e ela diz que aquele ecógrafo não serve e que temos que ir para outra sala. Volta a vestir e lá vamos nós para outra sala, volta a despir, volta a deitar e volta a abrir a perninha.

O exame demorou seguramente aí uns 20 minutos, tinha os dois médicos que me examinaram mais o meu marido a olhar para o monitor com ar de nem sei bem o que... Os médicos falavam entre si e eu só ouvia ah de facto... olha isto aqui nunca vi igual... ah olha aqui está limpinho mas olha aqui... mmm e aqui o que será... ah olha que grande...

Isto durante 20 minutos e eu uma verdadeira pilha de nervos. 

A dada altura disse mesmo, ora bem alguém pode falar comigo por favor?! A médica olhou para mim sorriu e disse ah peço desculpa e virou o monitor para mim.

Ora bem, do lado direito estava o ovário lindo e maravilhoso, o endométrio tinha 17mm o que apontava de facto para uma gravidez contudo era irregular e ela nunca tinha visto um endométrio como o meu...

Do lado esquerdo estava um quisto enorme, com 3cm que lhe parecia ao lado do ovário com aspecto de ter sangue no seu interior...

Não era visível nenhum saco gestacional mas, segundo a médica para aquele tempo também não era suposto ver-se nada.

Neste momento gelei... Ora eu vinha supostamente grávida e ia sair dali com um quisto gigante que possivelmente me ia atrapalhar a FIV. Era tudo o que eu pensava naquele momento... Vi a imagem e de facto era mesmo grande e assustador. Vi no rosto do meu marido que ele também gelou e todo o brilho que tinha até ali tinha desaparecido.

A médica mandou esperar pelo resultado do beta, disse que só depois de ver os valores de beta nos poderia dizer alguma coisa.

Voltámos para a sala de espera e ali chorei... Chorei de medo muito medo.

Enquanto esperava fui dando uma vista de olhos pela net e vi alguns relatos de algumas mulheres que também apresentavam este quisto tendo um teste de gravidez positivo. Segundo o doctor google era uma quisto lúteo até bastante importante para a gravidez pois é ele que secreta progesterona. 

Apesar de a informação na net não ser a mais fiável confesso que naquele momento acalmou o meu coraçãozinho...  

Fomos então chamados para ouvir o resultado do beta e o resultado foi de 150,57, positivo para uma gravidez e dentro dos valores esperados para o tempo de gestação.

Os médicos sorriram disseram para termos calma que não havia nada que suasse a alarme e para festejarmos pois estávamos grávidos :)

Contudo, e dadas todas as circunstâncias, ficava já agendado para segunda feira voltar lá para nova análise ao beta hcg e verificar se estava a evoluir dentro do esperado. A médica mandou de todo o modo começar já a tomar ácido fólico e iodo pelo sim pelo não.





Novela parte I

Sexta feira, esta que vos escreve, foi parar às urgências com uma dor inguinal bem no local do apêndice. Não era uma dor forte mas sim uma moínha que ali andava já há uns dias, como tinha tido no mês anterior uma crise que se suspeitava terem sido cálculos biliares na sexta feira no final do trabalho achei melhor ir às urgências na esperança que me fizessem uma eco.

Mal lá chegamos fomos chamados para triagem e, maravilha das maravilhas o enfermeiro da triagem era um amigo nosso. Fez as perguntas habituais obviamente perguntou se suspeitava estar grávida ao que nos rimos respondemos que não e eu disse que se estivesse só se tivesse ficado preso numa trompa dada a minha obstrução e aquela dor lateral. 

Foi vista pela médica e, tanto o enfermeiro como o meu marido como a médica, suspeitaram de cálculos biliares que estariam por ali a querer passar na tubagem...

Fizeram-me análises e a médica pediu uma TAC.

Esperei pelo resultado das análises antes da TAC o meu marido foi lá ver o que é que tinha sido pedido e o enfermeiro nosso amigo pediu à médica que fizesse também um teste de gravidez. Ele não conhece todo o nosso historial e portanto não fizemos grande alarido.

Enquanto espera pela TAC o nosso amigo apareceu com o resultado das análises levou-nos para uma sala vazia e vira-se para mim e diz...

Oh mulher tu estás grávida!!!!

O Mundo parou ali! Grávida??? Como grávida??? Eu tenho as trompas bilateralmente obstruídas, estamos a ser acompanhados no CMIN, eu não posso estar grávida...

Era tudo o que eu dizia. E ele lá ia dizendo ah podes podes tanto podes que estás que a análise não engana. O meu marido parecia um tolinho com um sorriso de orelha a orelha todo parvinho.

Pus logo ali ordem na coisa, disse logo que a estar grávida estaria numa trompa ou algo assim, que era impossível ter chegado ao útero e mais uma data de coisas... O enfermeiro bem tentava dar a volta à coisa mas, como já ninguém estava sossegado pediu carta à médica e seguimos para outro hospital com serviço de urgência obstétrica para saber onde parava este ser e fazer análise de betahcg...


sábado, 17 de fevereiro de 2018

Telenovela

Se algum argumentista precisar de ideias para uma nova novela é favor enviar email... A minha vida dá efectivamente uma novela digna da TVI.

Passo segunda para contar, agora estou a digerir tudo!